Home Publicações Destaques Assembleia Geral delibera fortalecer luta contra a PEC 241

Assembleia Geral delibera fortalecer luta contra a PEC 241

E-mail Imprimir PDF


No dia em que houve a votação em primeiro turno da Proposta de Emenda Constitucional Número 241 na Câmara, levada por Michel Temer ao Congresso praticamente no mesmo dia em que vazavam os áudios de seu escudeiro Romero Jucá dando conta de "um grande acordo nacional, com Judiciário, Congresso, com tudo, para estancar a sangria da Lava Jato", o assunto chegou ao topo de mais comentados do país na rede social Twitter como a "#PECdoFimDoMundo". Nada mais apropriado: universidades, institutos federais, pesquisadores, economistas, sindicatos, movimentos sociais e outros agentes têm repercutido os efeitos da PEC para a própria manutenção dos serviços públicos brasileiros. Nesse contexto, Judiciário Federal e Ministério Público não ficam de fora: o corte previsto atinge a todos, menos o pagamento de juros da dívida pública.

Durante a Assembleia Geral convocada pelo Sintrajufe realizada na última quinta-feira, dia 20, o assunto foi alvo do principal debate e deliberação: foi votado e aprovado intensificação, sem tergiversação, da luta contra a medida pretendida, somando-se, assim, aos atos que devem ocorrer em todo o país nesta segunda-feira, dia 24, Dia Nacional de Mobilização contra "a PEC do Fim do Mundo". A medida é um dos alvos da ocupação que ocorre em mais de mil escolas, universidades e institutos federais em todo o país, que miram também a reforma do Ensino Médio, que, sem discutir com educadores, "enxugou" os currículos, pretendendo transformar as escolas em linhas de produção, segundo os críticos dessa medida, prevista na MP 746, também do governo Temer.

Foi aprovado, então, durante a Assembleia, a realização de um ato da categoria CONTRA A PEC 241: SERÁ NESTA SEGUNDA, DIA NACIONAL DE LUTA, A PARTIR DAS 13h, EM FRENTE AO TRE/MA, na AREINHA. TODOS ESTÃO CONVIDADOS A PARTICIPAR E A SE EMPENHAR NA DIVULGAÇÃO DO EVENTO.

Foi composta uma Comissão de Mobilização, que deve passar nos locais de trabalho e procurar abrir o debate com os servidores sobre o assunto, chamando, também, para o Ato (veja mais sobre a PEC aqui). A comissão foi composta por Simei, Acrísio, Fredson, Adriano, todos da Justiça Federal, mais Terezinha e Rejane, da Trabalhista, e Saulo, do MPU.

Para Fredson, da JF, a resposta da categoria deve ser firme. "Ou a gente se manifesta, aponta contra a PEC, ou vamos perder o timing das mobilizações. A gente não pode perder isso", disse. A PEC está prevista para ser votada em segundo turno na Câmara (de onde deve seguir para o Senado) também nesta segunda, 24. Postas em votação duas propostas (uma, de não se posicionar previamente contra a PEC, e, outra, de apontar para um ato neste Dia Nacional de Mobilização), venceu a que defende a mobilização contra a medida intentada pelo governo.

FORUM NACIONAL DA CATEGORIA

Também como ponto de pauta, colocou-se a eleição dos três delegados que representarão o Maranhão na XX Plenária Nacional da Fenajufe, que acontece de 24 a 27 de novembro, em Brasília. A Plenária terá a incumbência de "fechar" o Plano de Lutas dos servidores do Judiciário Federal e do MPU e deliberar sobre alterações do Estatuto de sua Federação, a Fenajufe. Nesse sentido, Simei chamou atenção para a importância que os delegados terão nesse fórum: "A gente vai mudar o estatuto, isso não é pouca coisa", apontando para o que considera a necessidade de "qualificar o debate".

Foram eleitos, então, três delegados: Terezinha e Joaci, da JT, e Fredson, da JF. Telma Brito (JT) ficou como suplente.

SEMINÁRIO SOBRE SAÚDE DO TRABALHADOR, TELETRABALHO E ASSÉDIO MORAL 

Sobre outro ponto importante de pauta, a questão da saúde e doenças ocupacionais que têm consumido os trabalhadores do Judiciário Federal e MPU, apontou-se que a questão é por demais delicada e necessita um debate específico. Assim, ficou aprovada a realização de um Seminário sobre Saúde do Trabalhador, Teletrabalho e Assédio Moral, no qual buscarão compartilhar experiências, reunir especialistas e discutir sobre como agir diretamente na questão que, segundo os serviços de saúde dos Tribunais e Procuradorias, vem sendo causa de grande absenteísmo, o que somente reforça a urgência da questão.

Última atualização ( Sex, 21 de Outubro de 2016 22:46 )  

Canal Sintrajufe

Banner