Home Publicações Maranhão Reunião com presidente do TRE

Reunião com presidente do TRE

E-mail Imprimir PDF

No último dia 10 de outubro, após o Ato Contra o Desmonte do Judiciário Federal e MPU que aconteceu no TRE (veja mais no Jornal do Sintrajufe impresso, que será distribuído no início da próxima semana), os coordenadores do Sintrajufe Raimundo Castro (TRE) e Saulo Arcangeli (MPT) estiveram no gabinete do presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, desembargador Raimundo José Barros de Sousa, que os recebeu juntamente com o Diretor Geral, Flávio Vinícius Araújo Costa.

Na ocasião, o presidente e o DG deram esclarecimentos sobre assuntos levantados pelo Sintrajufe:


Extinção de zonas/remanejamento: Para o presidente, a extinção é uma medida que causa grave impacto para quem tem de ir até outro município em busca de atendimento na Justiça Eleitoral, e cujo retorno financeiro diante disso não é tão compensador. O DG explicou: “Conseguimos aplicar a resolução do TSE que ordenava a extinção de zonas eleitorais com o menor impacto possível. Inicialmente, nos chegou a determinação para a extinção de 29 zonas. Fizemos estudos e, ao final, foi mantida a extinção de uma zona em Timon e três na capital, que não teve jeito. Nos devolveram dizendo que tínhamos que extinguir mais duas, que foram em Paraibano e Timbiras. Prejuízo relativamente pequeno diante do que estava posto, e conseguimos diminuir o prejuízo aos cidadãos”, disse Flávio, que apontou ainda que a realização do concurso de remoção se antecipou ao momento que foi de extrema contenção na Justiça Eleitoral com isso, o Tribunal conseguiu convocar 14 novos concursados, que já estão em exercício.


Quintos: A decisão de retirada do que foi incorporado era para ser cumprida imediatamente na Eleitoral, como ordenava o TSE. “Foi suspensa até o julgamento dos embargos, pelo menos”, informou o presidente da Corte.


Sobre cortes de orçamento e impactos da Emenda Constitucional 95, o presidente concordou com o que vem apontando o Sindicato (que vem chamando à luta contra esse quadro): essas medidas deverão gerar grandes transtornos para usuários e servidores. Um desses já é sentido: o congelamento do auxílio-saúde. Ainda sobre saúde, o Sintrajufe apresentou as demandas dos servidores sobre a dificuldade de se manter no plano atual e que seria importante dar alternativas. O Sindicato informou sobre  o convênio do TRT com a Geap, que poderia ser estudado pelo TRE. “Os representantes do Tribunal informaram que existe estudo em andamento e solicitou que encaminhássemos o convênio da Geap com o TRT e sugestões que impactem menos aos servidores”, informa Saulo Arcangeli.

 

Canal Sintrajufe

Banner